o-pilates-e-o-mal-de-alzheimerl

Postado em 26 de fevereiro de 2014 Por Em Estética, Saúde E 3282 Visualizações

O Pilates e o Mal de Alzheimer

O Pilates e o Mal de Alzheimer: O Pilates é excelente para quem sofre do mal de Alzheimer: ajuda na coordenação motora, no fortalecimento dos músculos e na ativação da memória por repetição. Muitas pessoas desconhecem os benefícios do Pilates para quem sofre deste mal. Colocar o corpo em ação é positivo não só para os pacientes, mas para toda a família.

O Mal de Alzheimer é uma doença degenerativa incurável, mas, felizmente hoje em dia existem muitos tratamentos que podem ser aplicados para a melhora dos sintomas ou mesmo retardar alguns deles. Esse é o caso do Pilates: os exercícios ajudam e muito os portadores deste mal. Normalmente a doença atinge não só o cérebro, mas também a parte muscular, trazendo rigidez aos músculos, causando a perda das coordenações motoras finas e grossas. Na parte mental, o Pilates fortalece o desenvolvimento da memoria através das repetições dos exercícios, respiração e concentração na atividade.

Outros benefícios do pilates:

  • Melhora do condicionamento físico
  • Melhora e correção da postura
  • Ganho de consciência corporal
  • Melhora do desempenho sexual
  • Alívio de tensões e do estresse
  • Melhora da concentração e equilíbrio
  • Melhora da capacidade cardiorrespiratória
  • Melhora da elasticidade, alongamento e fortalecimento muscular
  • Auxílio na redução de medidas
  • Proporciona bem-estar por meio da revitalização da saúde corporal e mental, vistas como um todo

 Assista a uma aula de pilates ao ar livre em São Paulo:

Quem pode praticar?

O perfil dos praticantes do Método Pilates é muito amplo, pois abrange desde jovens esportistas a pessoas que necessitam de cuidados especiais. Todos os exercícios podem ser adaptados e especialmente aplicados pelo instrutor obedecendo às necessidades de cada público, daí a importância de se praticar Pilates em grupos reduzidos. O método é muito procurado por pessoas que buscam ter mais qualidade de vida no dia a dia, fortalecendo e definindo músculos, melhorando o alongamento e corrigindo a postura. Além de ser indicado por médicos especialistas a pacientes com alguma patologia, esportistas e praticantes de atividade física também utilizam-se do método para aprimoramento do condicionamento físico. Há ainda aulas especiais para a melhor idade e para todo o público que busca o alívio de dores e a melhora na harmonia dos movimentos como um todo.

 

foto: Espaço Fisio Pilates Osasco

foto: Espaço Fisio Pilates Osasco

“O Pilates, por ser um exercício sem impacto, ajuda a trabalhar os idosos que sofrem desse mal, e melhora a musculatura, já que se trabalha o alongamento e o fortalecimento dos músculos”, explicam especialistas da área.

Muitos profissionais da área da saúde indicam o método

também para outras patologias, como:

Dor na coluna; Hérnia de disco; Ciatalgia;

Escoliose; Hipercifose; Hiperlordose

Lesões no quadril e ombro; Ler/DORT; Fibromialgia.

Tags : , ,